Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Hoje o tema do nosso episódio é os desafios da preservação do patrimônio histórico e artístico das cidades brasileiras. Para isso, recebemos Washington Fajardo, responsável pelo patrimônio cultural da cidade do Rio de Janeiro, entre os anos de 2009 e 2016, como presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade.

Washington criou o Centro Carioca de Design e instrumentos financeiros de apoio à reabilitação de prédios históricos. Participou das candidaturas à Patrimônio Mundial pela UNESCO da Paisagem Cultural do Rio, reconhecida em 2012, e do Cais Valongo, em 2017.

 

Links do episódio:

Artigo “Museu do Amanhã custou o dobro de Cidade da Música e ninguém falou nada”

Texto “Reurbanismo”, em coluna para o Jornal O Globo

Artigo: Urbanismo espasmódico

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Para conversar sobre a oferta de moradia e as transformações da cidade de São Paulo nos últimos anos — estimuladas pelas mudanças em seu Plano Diretor —, recebemos Nabil Bonduki, professor titular de Planejamento Urbano da FAU USP, colunista da Folha de São Paulo e Conselheiro do CAU/SP, onde coordena a Comissão de Política Urbana, Ambiental e Territorial. Em São Paulo, foi relator do Plano Diretor Estratégico (2002 e em 2014), foi secretário de Cultura e também Superintendente de Habitação Popular de 89 a 92. Foi também Secretário de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente e, como consultor, coordenou o Plano Nacional de Habitação e vários planos diretores e de Habitação. Tem 14 livros publicados, entre os quais, Origens da Habitação Social no Brasil (1998), prêmio Anpur (Associação Nacional de Pós‐graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional) e Pioneiros da Habitação Social, prêmio Jabuti de 2015.

 

Links do episódio:

O desafio urbano de São Paulo é reduzir as desigualdades

Após anos de degradação, Avenida Rebouças tem expansão imobiliária

Plano Diretor causa crescimento no nº de prédios perto de terminais de ônibus e de estações do Metrô em SP

Origens da habitação social no Brasil

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

No nosso 12º episódio falamos sobre políticas de habitação no Brasil, separação entre cidade formal e informal, e urbanização das favelas. Para esta conversa, recebemos a especialista Elisabete França, arquiteta pela Universidade Federal do Paraná, Mestre em Estruturas Ambientais Urbanas pela USP e Doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Mackenzie. Elisabete é diretora de planejamento e projetos na Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo e por mais de vinte anos trabalhou com programas direcionados às questões da habitação, como habitação de interesse social, urbanização e regularização de favelas, tendo escrito vários livros sobre o tema, como “A Cidade Informal no Século XXI” e “Política Municipal de Habitação: Uma construção coletiva”.

 

Links do episódio:

A Cidade Informal no Século XXI

Tese de doutorado “Favelas em São Paulo (1980-2008) Das propostas de desfavelamento aos projetos de urbanização”

Evento “O Futuro da Moradia”, por Esquina: Conversas sobre cidades

Habitação e Usos do Solo: Entre o Mercado Imobiliário, a Segregação e a Favela

Entrevista de Elisabete França para a Gazeta do Povo

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Dos 1,3 milhão de pessoas que hoje trabalham no Plano Piloto de Brasília, 77% moram em cidades vizinhas, o que gera graves problemas de mobilidade e infraestrutura. Dentro deste cenário, a 15 km do Plano Piloto, surge a Urbitá, projeto de uma nova cidade mais próxima da escala do pedestre, com fachadas ativas e vias projetadas para uso de diversos meios de transporte.

Para conversarmos sobre este interessante empreendimento urbanístico, recebemos Ricardo Birmann, CEO da Urbanizadora Paranoazinho, empresa responsável pela implantação da Cidade Urbitá. Ricardo é bacharel em Física pela Universidade de São Paulo, mas desenvolveu sua carreira no mercado imobiliário, no qual sua família atua há 40 anos através da Birmann S/A. Ricardo ainda é diretor da Fundação Aron Birmann, mantenedora privada do parque público Burle Marx em São Paulo, eleito o melhor da cidade em 2010.

 

Links do episódio:

Urbitá

G1 – GDF aprova criação do bairro Urbitá, em Sobradinho, com previsão de 118 mil moradores

Correio Braziliense – Especialistas alertam para necessidade de monitorar projeto de nova cidade

Entrevista Jane Jacobs

FEE – Urban Design and Social Complexity

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Nossa conversa hoje é sobre a relação única das crianças com a cidade e sobre o FICA, o Fundo Imobiliário Comunitário para Aluguel. Para tratar deste assunto, convidamos a especialistas Bianca Antunes, criadora do Casacadabra, projeto com publicações e atividades infantis que falam de forma lúdica sobre arquitetura e urbanismo.

Bianca também é mestre em desenvolvimento urbano e cooperação internacional com dupla titulação pela TU Darmstadt e pela UIC Barcelona. É formada em jornalismo pela Escola de Comunicação e Artes da USP e foi editora-chefe da revista AU – Arquitetura e Urbanismo. Desde 2019 atua como coordenadora geral da FICA, uma associação que busca garantir moradia acessível nas grandes cidades.

 

Links do episódio:

Pistache Editorial 

Programa de TV japonês

1% dos donos de imóveis concentra 45% do valor imobiliário de São Paulo

Fundo FICA

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

O tema do nosso nono episódio é o novo Plano Diretor de Belo Horizonte, projeto discutido na Câmara Municipal desde 2015 e aprovado no início deste mês.

Para conversarmos sobre as suas mudanças e debater seus pontos polêmicos, recebemos Gabriel Azevedo, vereador eleito em 2016, formado em Direito e mestre em Direito Constitucional. É também diretor de Relações Internacionais na Jusbrasil e diretor de formação política e professor do RenovaBR. Foi subsecretário da juventude do governo de Minas Gerais na gestão de Antonio Anastasia.

 

Links do episódio:

Plano Diretor existe para planejar a cidade e não para arrecadar

ONU-HABITAT lança versão em português da Nova Agenda Urbana

Equalização e potencialização do uso do solo urbano

Série de vídeos Plano Diretor

A prática da obstrução e o diálogo com articulação no Plano Diretor

Novo Plano Diretor de Belo Horizonte: mais um passo para o fracasso

“The spatial organization of cities: Deliberate outcome or unforeseen consequence?”, por Alain Bertaud

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Nascido no Rio de Janeiro, Rogerio é mestre e doutor pela Faculdade de Arquitetura da UFRJ, onde também foi professor. Junto com Davi Cardeman, escreveu o livro “O Rio de Janeiro nas alturas” e também é autor de “Por dentro de Copacabana: descobrindo os espaços livros do bairro”. Em 2007, trabalhou na cidade de Hong Kong como arquiteto sênior no escritório inglês Benoy, desenvolvendo edifícios corporativos, de uso misto e shopping-centers. É professor da Universidade Veiga de Almeida e sócio-fundador da DC Arquitetura.

Neste episódio discutimos sobre o desenvolvimento da cidade do Rio de Janeiro a partir das mudanças em sua legislação, os espaços livres e coletivos interquadras de Copacabana, a obrigatoriedade de vagas de garagem e áreas de recreação infantil e o impacto dessas regras para a cidade, além de conversar sobre sua experiência trabalhando na China.

 

Links do episódio:

Livro O Rio de Janeiro nas alturas

As Áreas Coletivas de Copacabana: Formação e Apropriação

Artigo O Rio de Janeiro nas alturas: a verticalização da cidade

A incrível verticalização de Copacabana

Áreas de recreação nas edificações: tirando as pessoas das ruas

• Urbanização na China Hong Kong, parte 1 e parte 2

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic, SoundCloud ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Águeda Muniz é especialista em Finanças e Gestão Pública; é Mestre e Doutora em Arquitetura e Urbanismo com trabalhos na área de Urbanização e Políticas Públicas. Se dedicou à elaboração e coordenação de planos diretores municipais, planos de desenvolvimento regional e planos de governo.

Neste episódio conversamos sobre a sua experiência à frente da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza (SEUMA), órgão que tem por missão planejar e controlar o ambiente natural e o ambiente construído da capital cearense. Dentre diversos temas, falamos sobre os pontos principais da nova Lei de Uso e Ocupação do Solo, a implementação das Zonas Especiais de Dinamização Urbanística e Socioeconômica, a revisão do Plano Diretor e as Operações Urbanas Consorciadas.

 

Links do episódio:

Lei de Uso e Ocupação do Solo de Fortaleza.

“O caos planejado e a cidade onde merecemos viver”, coluna da Tribuna do Ceará.

Fortaleza é a primeira cidade brasileira a emitir alvará de construção em até 30 minutos.

As Zedus e a Fortaleza de oportunidades.

LUOS não apresenta soluções para os maiores desafios da cidade de Fortaleza, aponta MPCE.

Entrevista Águeda Muniz para Revista da Fiec.

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic, SoundCloud ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Neste episódio recebemos Eduardo Andrade de Carvalho, sócio da Moby, fundador do Esquina, editor da revista Amarello e colaborador do Estadão, Folha de SP, revista AU – Arquitetura e Urbanismo e Caos Planejado, com artigos sobre o mercado imobiliário, cidades e arquitetura.

Nossa conversa é sobre as consequências de uma má arquitetura para a cidade, sua experiência como incorporador imobiliário, a atual regulação urbana do espaço privado, o novo Plano Diretor de São Paulo e muito mais.

 

Links do episódio:

Site Esquina – Encontro sobre cidades

Entrevista do Eduardo Andrade de Carvalho para Folha de São Paulo

O papel dos arquitetos diante do mercado imobiliário

Um elogio às pequenas tentações (e como o condomínio-clube pode acabar com elas)

Debate “Como reduzir o déficit habitacional?”, com Raquel Rolnik e Leandro Narloch

Por em

Ouça também em Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Google Podcasts, Pocket Cast, RadioPublic, SoundCloud ou Spotify.

Para fazer o download do episódio, clique aqui.

Para nossa quinta entrevista temos o prazer de receber Rafael Henrique Moraes Pereira. Natural de Brasília, Rafael é pesquisador do Ipea — Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada —, doutor em Geografia pela Transport Studies Unit da Universidade de Oxford, mestre em Demografia pela Unicamp e fundador do blog Urban Demographics.

Nesta edição conversamos sobre o uso dos dados nas políticas de mobilidade, o impacto da expansão da infraestrutura de transporte nos tempos de deslocamento, o ciclo vicioso que vem encarecendo as tarifas de ônibus nas cidades brasileiras e o legado da Copa do Mundo e Olimpíadas para o transporte do Rio de Janeiro.

 

Links do episódio:

Blog Urban Demographics

Twitter Urban Demographics

Estudo sobre o tempo de deslocamento casa–trabalho no Brasil (1992-2009)

Efeitos da variação da tarifa e da renda da população sobre a demanda de transporte público coletivo urbano no Brasil

Privatização ferroviária: o fracasso do Reino Unido e o sucesso do Japão

VLT de Cuiabá e a incompetência do transporte “Disneylândia”

Distributive justice and transportation equity: inequality in accessibility in Rio de Janeiro

Por em