fbpx
Erramos | Guia de Gestão Urbana

Erramos | Guia de Gestão Urbana

No capítulo "Eliminação da Exigência de Vagas de Estacionamento", cometemos um erro de digitação que impactou diretamente na interpretação do conteúdo.

5 de junho de 2019

No capítulo “Eliminação da Exigência de Vagas de Estacionamento”, do Guia de Gestão Urbana, o autor e editor do Caos Planejado, Anthony Ling, escreve:

“Caso o The Shard fosse construído, por exemplo, em Porto Alegre, ele deveria contar com cerca de 22 mil vagas de garagem, que exigiria uma área construída maior que a do próprio edifício apenas para guarda de veículos.”

No entanto, o correto é que a área seria de cerca de 2,2 mil vagas. Este erro surgiu, provavelmente, de um typo que viria a omitir a vírgula do número 2,2 mil.

Evidentemente que 2.200 é um número significativamente maior que as 48 vagas de garagem do The Shard, mas tamanho erro não é justificável para provar o ponto do texto. Prezamos pela coerência, veracidade e acurácia dos fatos, e aqui reconhecemos o erro e pedimos desculpas pelo ocorrido.

Embora o Guia de Gestão Urbana tenha sido revisado por diversos especialistas antes e depois da sua publicação, apenas agora este erro veio à tona. Desde então nossa política de checagem de dados já se tornou mais robusta mas, mesmo assim, este episódio nos levará a revisar nossos procedimentos de checagem e edição.

Já entramos em contato com a editora do livro, atualizamos a versão para download e editamos a versão publicada em forma de artigo no site Caos Planejado.

Sua ajuda é importante para nossas cidades.
Seja um apoiador do Caos Planejado.

Somos um projeto sem fins lucrativos com o objetivo de trazer o debate qualificado sobre urbanismo e cidades para um público abrangente. Assim, acreditamos que todo conteúdo que produzimos deve ser gratuito e acessível para todos.

Em um momento de crise para publicações que priorizam a qualidade da informação, contamos com a sua ajuda para continuar produzindo conteúdos independentes, livres de vieses políticos ou interesses comerciais.

Gosta do nosso trabalho? Seja um apoiador do Caos Planejado e nos ajude a levar este debate a um número ainda maior de pessoas e a promover cidades mais acessíveis, humanas, diversas e dinâmicas.

Quero apoiar

LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.