Podcast Mises Brasil 21/06/2013

Os protestos que incendiaram o Brasil nesta semana e que começaram em São Paulo tiveram como justificativa primeira o reajuste das passagens de ônibus. Se já é estranho o fato de o governo ser o responsável por definir ou autorizar a tarifa, mais estranho é que aqueles que protestavam pela redução das tarifas reivindicassem como solução mais controle do governo e empurrassem a conta para ser paga pela parte da população que efetivamente pagaria pelo “passe livre”. Não, a ideia de que alguém sempre paga a conta não é tão óbvia quanto parece.

Para entrar no debate focando na questão principal, o Podcast do Mises Brasil entrevistou novamente o arquiteto e urbanista e autor do blog Rendering Freedom, Anthony Ling, estudioso do assunto (o primeiro podcast com ele pode ser ouvido aqui). Nesta entrevista, Anthony citou e explicou qual é hoje o principal problema do atual modelo de transporte de passageiros no país e disse o que não deve mais ser feito, pois é a origem do caos do modelo em funcionamento. Ao defender a liberdade de mercado no setor, ele mencionou os benefícios da concorrência para a população, refutou, com exemplos concretos, o mito de que isso aumentaria a frota de veículos e o trânsito e falou sobre soluções privadas para o sistema.

 

 

Deixe um comentário